segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Investimentos de 10 Milhões


O Senhor Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades veio a Elvas no final de Dezembro para homologar um Protocolo de Financiamento celebrado entre o Governo e a Câmara Municipal de Elvas, no âmbito da "Política de Cidades - Parcerias para a Regeneração Urbana", garantindo o apoio a investimentos em Elvas num montante da ordem dos 10 milhões de euros.

Entre esses investimentos contam-se:

- a conclusão da Circular à Cidade, obra que já está a decorrer;

- a requalificação do miradouro do Castelo, junto ao cubelo artilheiro, que já ouvimos dizer estar adjudicada;

- a requalificação do Jardim das Laranjeiras, também quase a começar;

- a requalificação da envolvente ao Viaduto e à Igreja de N. Sra. da Nazaré;

- o financiamento da instalação de TV por cabo no centro histórico, face à relevância do projecto para a valorização urbana;

- a fase inicial de arranjo dos fossos das muralhas seiscentistas, compreendendo-se que a extensão dos mesmos não permitiria o financiamento global de uma só vez;

- o apoio a actividades culturais relevantes;

- a criação de novos roteiros e circuitos turísticos urbanos;

- a iluminação de mais alguns monumentos, dando continuidade ao trabalho já desenvolvido pelo Município de Elvas nesta matéria;

- e a criação de um centro interpretativo do património.

Muitas destas ideias já as tínhamos ouvido referir ao senhor Presidente da Câmara Municipal de Elvas em entrevistas. Umas foram iniciadas mesmo sem ter a garantia de qualquer tipo de apoio, outras tiveram que ficar a aguardar esses meios financeiros. Mas vimos que Rondão Almeida não se resignou e não ficou à espera que o dinheiro viesse ter com ele. Meteu mãos à obra, fez candidaturas, apresentou trabalho de casa, trabalhou, discutiu, fez valer a qualidade dos projectos técnicos da autarquia e venceu mais uma vez.

E venceu num concurso nacional, ao qual concorreram muitas cidades de todo o país, e "ganharam os que tinham maior mérito", como fez questão de realçar o Senhor Secretário de Estado Professor Doutor João Ferrão, afirmando que estava perante um Presidente "visionário e empreendedor, que tem uma visão e consegue concretizá-la, estimulando a que todos tenham a mesma postura", o que considerou "decisivo no contexto difícil em que vivemos".

Rondão Almeida voltou a conseguir o apoio do Governo para o nosso Concelho e para a nossa Cidade o que só nos pode deixar orgulhosos.


Sinceramente, acho que voltou a contar com a "mão amiga" de José Sócrates, para compensar Elvas pelo encerramento da maternidade cumprindo a promessa feita.

Já foi o novo Estabelecimento Prisional, a reclassificação das Urgências do Hospital de Santa Luzia, a promoção da PSP de Elvas de esquadra a Divisão, e também isto... Parece-me mesmo que vamos ter que reconhecer que no final deste mandato Elvas fica a ganhar mais do que perdeu, como o actual Primeiro-Ministro prometeu a Rondão Almeida?

Algum outro Governo que também tirou coisas a Elvas, teve essa preocupação de compensar a nossa cidade? Não, de todo!

Agora, a questão que se coloca é se vai conseguir concretizar todos estes projectos?

Não termino sem registar com satisfação a presença de outra pessoa que os elvenses estimam: o Senhor Presidente da Assembleia Municipal, dr. Joaquim Real Mendes, pessoa inteligente, discreta e humilde, mas presente no momento certo e sempre que necessário ao desenvolvimento do Concelho. Uma boa equipa.

10 comentários:

Anónimo disse...

Dr. Joaquim Mendes que, por ter as qualidades apontadas, já foi mal-tratado e insultado por uma figurita que se senta a uma ponta da Assembleia Municipal, uma espécie de "Manuel António dos Tempos Modernos", um portinholeiro desenvolvimentista reles.

Anónimo disse...

Aí está a resposta a quem diz que o governo não ouve Rondão ou não quer saber de Elvas!

Alberto Marques disse...

Muito bem Eng. Sócrates, assim é que se mostra como Elvas é importante para o Governo e como os elvenses podem contar consigo.

Devemos saber pedir e reclamar quando não nos ouvem, mas também devemos saber agradecer quando nos escutam e apoiam.

Cprs.
Alberto Marques

Maria José disse...

O Dr. Joaquim Mendes, uma pessoa tão respeitada na nossa ciadde, já foi muito ofendido pelo Paulinho Portinholas, mas mantém a sua postura de grande homem.
O mesmo se passa com o senhor Presidente Rondão Almeida, que é alvo de ofensas e ataques baixos desse sujeito e de mais dois ou três ADEs invejosos, que levam o tempo encostados aos balcões dos cafés ou dentro dos gabinetes de trabalho a dizer mal de quem trabalha.

Força aos dois presidentes, da Câmara e da Assembleia, que o bom trabalho que fazem é o que mais custa aos Portinholeiros!

Anónimo disse...

A PSP em Elvas foi promovida a Divisão, no passado dia 2.
Tiago Abreu tinha dito que Elvas perderia PSP e (Postos da) GNR. Enganou-se, mais uma vez. Que trizteza! - para ele.
Os Elvenses voltam a ter uma grande vitória.
O Governo volta a mostrar que "não quer nada" com Elvas...

Anónimo disse...

Esse Paulinho Portinholas, para aí desde Setembro passado, não tem recebido uma boa notícia!
Aguenta-te ao balanço!

Anónimo disse...

A melhor notícia é ver o Mocinha, o Vintém e o Bagorro a fazer a cama ao Rondão. Pavões.

Anónimo disse...

O Bagorro entra às 10 e sai ás 5 e meia como os admenistrativos. E entra de jornal debaixo do braço leva o dia a ler as noticias para comentar á noite no tif-taf.

Anónimo disse...

A Câmara Municipal de Elvas, na sua reunião de 5 de Janeiro, tomou conhecimento que, de acordo com a Portaria nº 2/2009 de 2 de Janeiro último, foi definida a estrutura dos comandos territoriais da Polícia de Segurança Pública, na qual foi aprovada a Divisão Policial de Elvas, com quatro esquadras: Esquadra de Elvas, Esquadra de Trânsito de Elvas, Esquadra de Investigação Criminal de Elvas e Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial de Elvas. Sobre este tema, a Câmara aprovou por unanimidade uma moção de congratulação por esta decisão governamental, a enviar ao Primeiro-Ministro, Ministro da Administração Interna, Direcção Nacional da PSP, Governador Civil do Distrito e Comandante da PSP de Elvas.
(Isto pode ler-se no site da Câmara Municipal de Elvas, em www.cm-elvas.pt )

Onde estão os partidos políticos, especialmente aqueles que são especializados em criticar tudo e mais alguma coisa?
Onde estão que não os vejo ou oiço congratular-se com a notícia?
Ou será que não é boa para os Elvenses?
Ou será que os Tiagos Abreus da cidade não lhes convém falar?
E por onde anda o Zé Julico Cabaceira, que não pia?
Esta meia dúzia não tem outro remédio do que disfarçar a reles tristeza.

Mais uma vez, os Elvenses só podem ficar satisfeitos, por aquilo que o Governo acaba de decidir e, por certo, pelo trabalho de retaguarda desenvolvido pela Câmara Municipal de Elvas.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.