domingo, 25 de janeiro de 2009

Conferência de Imprensa Comissão de Apoio à Recandidatura de Rondão Almeida

Recebi por e-mail, das pessoas que fizeram a conferência de imprensa da Comissão de Apoio à Recandidatura de Rondão Almeida (dr. Nuno Mocinha João Moedas e Enf. Henrique Belacorça), o texto seguinte que me pediram para publicar, o que faço uma vez que neste blog apenas tem lugar a verdade. Conhecendo as duas partes intervenientes neste assunto, é-me fácil perceber que a verdade está aqui. Por isso, aqui fica para vosso conhecimento:

"23.01.2009

No seguimento de uma conferência de imprensa do PSD/CDS em que Tiago Abreu e José Júlio Cabaceira mais uma vez tentaram desinformar os Elvenses, gostávamos de esclarecer o seguinte:

1. Está constituída uma comissão de apoio à recandidatura de Rondão Almeida à Câmara Municipal, que é constituída por mais de 100 pessoas, das quais 99% são independentes, como é o caso das duas pessoas que me acompanham nesta conferência de imprensa (João Moedas e Henrique Belacorça);

2. O que esta Comissão decidiu fazer foi recolher assinaturas de apoio ao actual Presidente Rondão Almeida, independentemente de simpatias partidárias, tendo neste momento mais de 2500 assinaturas, às quais se juntarão muitas mais;

3. Neste movimento existem jovens que se disponibilizaram a recolher o apoio de todos aqueles que livremente o queiram dar. Sendo falso que foi a pedido de Rondão Almeida;

4. O que se passou na Escola Secundária, segundo a versão dos alunos aqui atestada pelo Presidente da Associação de Estudantes, aqui presente:

a. Um conjunto de Jovens solicitaram ao Sr. Prof. Balsinhas que lhes permitisse entrar na sala de aulas e recolher os apoios dos alunos;

b. Quando entraram os jovens deram a conhecer ao Sr. Prof. Balsinhas o documento, tendo este Sr. Prof. autorizado os Jovens a recolher os apoios;

c. Quando os Jovens perguntaram quem queria apoiar, quase 100% da aula manifestou-se a favor do apoio;

d. Facto que provavelmente desagradou ao Sr. Professor Balsinhas e que desencadeou a atenção da Comunicação Social;

Pois bem:

1. Quem autorizou os alunos a entrarem na aula foi o Sr. Professor que em nosso entender é o responsável pela sala de aula. Assim, se achava que não se poderia recolher apoios, não autorizava e ponto final;

2. Que é o Sr. Prof. Balsinhas no contexto partidário? É um dos Sócios fundadores da ADE – Associação Desenvolver Elvas, que mais não tem feito do que, nas suas fracas aparições, dizer mal da Câmara e de Rondão Almeida;

3. Talvez tenha sido este, o motivo que tanto aborreceu o Sr. Professor, que prontamente despertou o interesse dos seus colegas de Associação, Tiago Abreu e Cabaceira;

Quanto à questão da atitude dos Jovens em recolher as assinaturas:
Não vemos qualquer inconveniente que se realize no espaço da escola. Estamos num país livre em que cada um com respeito pelo outro pode usar os seus direitos de cidadania como entender.
Mas na verdade o que está a colocar nervosos os senhores do PSD e CDS é a quantidade de pessoas livres e independentes que já apoiaram Rondão Almeida, às quais nós muito agradecemos."

Também no site da Rádio Elvas encontrei estas declarações de João Moedas, que complementam o que acima está escrito, para vosso melhor esclarecimento:

" João Moedas, presidente da Associação dos Alunos da Escola Secundária, refuta a questão da recolha de assinaturas ter sido solicitada. O jovem afirmou, em conferência de imprensa, que "não foi ninguém, nem o Drº Mocinha nem Rondão Almeida, que me contactou para o fazer. Eu simplesmente, apesar de não estar ligado ao PS, acho que o projecto do Presidente da Câmara tem sido bom e decidi juntar-me a esta iniciativa e apoiar”.

18 comentários:

Anónimo disse...

Rondão Almeida começa a semana em grande.
Hoje, às 18 horas, no Auditório São Mateus, junta aí umas 200 pessoas num Encontro Temático sobre novas competências na Educação.
A Educação merece a maior atenção por parte da Câmara, considerando que o Governo tem legislado no sentido de delegar na Câmara diversas competências, que se estendem dos edifícios ao pessoal não docente, não pretendendo a Autarquia decidir a sua aceitação sem dialogar com os diversos intervenientes para poder decidir com base na auscultação das opiniões e de acordo com os interessados
A Câmara Municipal vai realizar o Encontro Temático exclusivamente sobre as novas competências das autarquias na área da Educação, destinado a dirigentes, docentes, funcionários administrativos e auxiliares dos Jardins-de-Infância e escolas do 1º, 2º e 3º ciclos do Ensino Básico.
Para esta sessão, a Câmara convidou a Direcção Regional de Educação do Alentejo e os Conselhos Executivos dos três Agrupamentos Escolares, Santa Luzia, Boa-Fé e Vila Boim.

Começa mal a semana para a oposição, para os destrutivos da ADE-IR, PSD do Cabaceira, CDS/PP do Abreu, portinholeiros desenvolvimentistas e STALinistas.
E o que está para vir, esta semana, ainda parece pior…
Quarta-feira, vem uma Secretária de Estado à APPACDM de Elvas lançar a primeira pedra das Residências Autónomas e Lar Residencial da instituição.
Mais 800 mil euros, para desenvolver e equipar o Concelho.
Mais uma tragédia para a oposição a Rondão, com a cabeça à nora perdida em pormenores, e a perder no terreno as batalhas importantes.
Quinta-feira, mais um passo firma na área cultural: lançamento do número 6 da revista Elvas Caia.
Pelo meio, ainda têm de ler mais um número do Boletim Municipal que, com a sua tiragem habitual de 12.500 exemplares, chega aos Elvenses e faz mossa na oposição destrutiva, pois ali se vê o que uns poucos querem esconder: a transformação de todo o concelho.

Manuel Henrique disse...

Os apoiantes do Presidente fazem muito bem em recolher assinaturas mesmo dentro das escolas.
Qual é o problema?
As escolas são espaços de desenvolvimento da cidadania dos jovens.Devem aprender a viver em democracia e esta é uma forma.

Não deve ser só haver numa certa escola algum professor que ocupa o tempo das aulas a dizer mal do Presidente da Câmara, outro a dar aulas com o cartão do PSD em cima da mesa para influenciar os alunos, e por aí adiante... Isto é que é grave e nunca ouvi ninguém do PS a protestar e já o deviam ter feito!

Carlos Manaças disse...

Ah pois, grave mesmo é o Cabaceira e o Tiago Abreu andarem a mandar faxes para as escolas a intimidar os Conselhos Executivos para proibirem a recolha de assinaturas da candidatura de Rondão Almeida!

E ainda mais grave é haver quem fique borrado de medo e vá atrás das baboseiras daqueles dois como se eles fossem donos da democracia!

Carlos Manaças

Anónimo disse...

Quem for o "maninho gémeo" do outro volte depressa...
Já não suporto mais as baboseiras do Tiago, sem resposta à altura de ninguém!

Manuel Fernandes disse...

Mais de 4 mil assinaturas já estão a assustar muita gente. Mais um sapo para a oposição engolir!

Que chatice haver votos... isto devia ser como dantes, o Salazar metia lá um Abreu e já está!

PATRÍCIO disse...

Já disse ao senhor Tiago Abreu, e a quem o acoberta, que não é bem-vindo ao meu blog.
Os seus comentários anónimos foram apagados. Não volte.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

O MIE e os outros

O Vieirinha anda hiperactivo.
Isto costuma dar nas crianças, mas nunca é tarde para fazer certas figuras.
O Vieirinha movimentou-se no STAL, mas as coisas não lhe correram bem.
O Vieirinha era a favor de uma maternidade com poucas condições técnicas e humanas, mas Badajoz soterrou-o e aquilo não correu bem, já nem o dr. Melo e Sousa e a enfermeira-parteira Rosamaria vão nessa
O Vieirinha andou a fazer uma campanha contra a concessão dos serviços do Cemitério, mas as coisas não lhe correram bem.
O Vieirinha movimentou nos ADE-IR (Aliança Democrática de Elvas, Inimigos do Rondão), mas aquilo não descola do zero, o Cabaceira é mau companheiro e o Simão Dorido também não sai da toca, as coisas não lhe correm bem.
O Vieirinha andou a fazer uma campanha contra a concessão dos serviços da Água, mas as coisas não lhe correm bem.
O Vieirinha agora vai no MIE (Movimento Independente de Elvas), já conhecido por “Mais Independentes, Estes?”, com dois pesos pesados do independentismo elvense: Francisco Rente e Carlos Freitas. Há já quem diga que, pelo MIE, as coisas também não lhe vão correr bem.

Mas o nosso hiperactivo Vieirinha, uma espécie de Duracel da pequena política local, já tem mais 5 acções fundadoras preparadas:
- o MIA, Movimento Independente da Alentisca
- o MII, Movimento Independente dos Intelectuais
- o MIO, Movimento Independente do Operariado
- o MIU, Movimento Independente Universal
- e, por fim, o MEU, porque no “meu” é naquele em que o Vieirinha coloca mais esperanças…

anareis disse...

Estou fazendo uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Anónimo disse...

Fazes muito bem Patrício, não deixares que os Portinholeiros e afins venham ao teu próprio blog ofender-te e difamar outras pessoas.

Eles não têm uma postura de políticos a sério. A ofensa gratuíta, a boataria e a má língua, são a prática! Nem sequer t~em sentido de humor como o anónimo das 08:58!

SABINO VAZ disse...

O Tiago Abreu anda a tentar achincalhar os jovens da Secundária e a Directora da Escola!

Esses desocupados do PSD e CDS de Elvas, que se prestam à vergonha de ir largar baboseiras para a porta de uma escola, cinco minutos depois do Balsinhas lhes telefonar, são do piorio!

Ainda o desocupado do Tiago já não estranha nada... mas o Cabaceira ser professor de ginástica, querer ser respeitado, e prestar-se a estas figuras e rodear-se dessas companhias!!!... Que figuras...

Haja decência e deixem os alunos em paz.
Se não têm mais nada para fazer, que falem dos filhos deles e deixem os dos outros!

Sabino Vaz

Manuel Santos disse...

OS JOVENS TÊM DIREITOS CÍVICOS.

Eu já assinei o apoio à recandidatura do Presidente Rondão Almeida e a minha filha que tem 17 anos também.

Um jovem com esta idade já tem maturidade mais do que suficiente para poder decidir pela sua cabeça.

Não deve ser por acaso que os jovens podem aderir às juventudes partidárias (JCP, JSD, JS ou JC) a partir dos 14 ou dos 16 anos e nem precisam de autorização dos pais.

Portanto, deve ficar muito claro que um jovem dessas idades decidir apoiar um candidato faz parte da sua liberdade enquanto cidadão que é logo que nasce.

Abraços.
Manuel Santos

Anónimo disse...

Baixaria é:
- a de um professor que abe a porta aos alunos,
- deixa entrar os alunos na sala de aulas,
- lê o papel do abaixo-assinado,
- diz aos alunos que podem perguntar quem quer assinar.

- E depois de ver que 99% dos alunos levantam o braço antusiasmados para assinar o apoio a Rondão Almeida:
- o dito professor Balsinhas fica estérico,
- poe os alunos fora da sala
- e chama os seus amigos da ADE/PSD/CDS Tiago Abreu e Cabaceira para irem fazer conferências de imprensa à porta da Escola.

Isto sim: É baixaria!

Anónimo disse...

Tu não me digas que esse Balsinhas desceu tão baixo!

Que vergonha um professor meter-se na política para fazer estas figuras!

Desde que anda com as más companhias dos ADEs que têm um ódio de morte aos da Câmara, que é isto.

Anónimo disse...

Eu cá só espero que alguns dos senhores professores da Escola Secundária não tentem fazer a cabeça dos alunos espalhando a falsidade que o Balsinhas possa andar a espalhar.

Só espero que não andem junto dos alunos e professores a difamar o Presidente ou os Vereadores da Câmara!

Já ouvi dizer que é isso que alguns andam a fazer.

Se o Tiago Abreu e o Cabaceira tiveram o descaramento de enviar um fax a intimidar e a ameaçar os directores de todas as escolas do Concelho para travar a democracia, espero que os da Câmara não tenham medo de participar dessa meia-dúzia de professores difamadores às instâncias próprias.

Anónimo disse...

Pois é senhor prof. Balsinhas, diga-me com quem anda, dir-lhe-ei quem é!

Quem se junta a gentinha que joga na política baixa, só podia mesmo descer a esse nível rasteiro.

Tome vergonha porf. Balsinhas! deixe os alunos em paz.
Os jovens têm todo o dierito ter a sua opinião e a viver em democracia!

Anónimo disse...

Uns gaiatos do 5º ou 6º ano, com 10 ou 11 anos, fazem uma manifestação à porta da escola e a comunicação social está lá em peso.
Nem se lhes pergunta que idade têm; se têm idade para protestar; se os pais lhes deram autorização; se estão ali para ir às aulas, ou para dar faltas.

Mas se tiverem 17 ou 18 anos e forem alunos do 11º ano, já muda de figura.
Pergunta-se-lhes a idade; se pediram autorização; se foram autorizados.

Mas se “interromperem uma aula” para falar de um baile de finalistas, de uma viagem de finalistas, de um jantar, ou de um jogo de uma modalidade desportiva, não há azar.

O “crime” é ser para recolher assinaturas para o Rondão; porque se a recolha de assinaturas fosse para o Cabaceira ou Balsinhas, seria natural. Natural e inócua, porque poucos assinavam e não se interrompia nada.

Se os alunos tivessem batido à porta de uma aula dada por outro professor e se este outro professor lhes respondesse tratem disso nos intervalos, acham que se passaria algo?
Com isto, pretendo dizer: o engº António Balsinhas, ao permitir a entrada, não teve a intenção de arranjar ignição para atear uma fogueirinha?...
Claro que sim, porque tem a doença dos anti-rondão debaixo de uma capa de sonso.