segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

DEMISSÕES CHANTAGISTAS EM PORTALEGRE


Estou indignado!
O sr. Presidente da ULSNA, dr. Luís Ribeiro, apresentou a sua demissão à Senhora Ministra da Saúde na passada sexta-feira, com a restante administração em bloco, devendo nós considerar como "bloco" apenas três elementos, já que as duas administradoras de Elvas já tinham apresentado antes o seu pedido de demissão por divergências com Luís Ribeiro.

Alegou o referido Conselho de Administração como razão para a sua demissão, em comunicado veiculado pela Lusa, que li na SIC Online, a contestação à própria Ministra, e ao Governo, por ainda não ter nomeado os substitutos das duas profissionais de Elvas que se haviam demitido há algum tempo.

Também os directores dos Centros de Saúde se demitiram por solidariedade com Luís Ribeiro, que os tinha nomeado. Até aqui tudo normal: demitiu-se o dr. Luís Ribeiro e aqueles que ele nomeou!

O surreal da questão reside no facto de ele se demitir por o Governo não ter nomeado as pessoas de Portalegre, da confiança pessoal desse senhor, para substituir as de Elvas e chefiar os dois Hospitais. Seria cómico se não fosse tão absurdo!

Esse senhor foi nomeado pelo Governo, é militante de conveniência do PS, entretém-se no "deixa-andar" e agora faz chantagem com a Senhora Ministra da Saúde e com o Governo em geral, o mesmo Governo que o nomeou. Espantoso!

Em declarações proferidas hoje, a Senhora Ministra da Saúde, Dra. Ana Jorge, disse aos jornalistas que "não (se justifica) o pedido de demissão em bloco de uma unidade só porque o processo está atrasado na nomeação". Claro que tem razão e já devia saber com o que conta quando o PS de Portalegre anda de braço dado e a partilhar o poder com o PSD. Vivem à custa um do outro, porque há muitos socialistas e sociais-democratas de Portalegre que dependem desses acordos de bastidores.

Antes que me esqueça: os directores de serviço do Hospital de Portalegre também apresentaram a demissão, até porque são todos do PSD e a confusão interessa-lhes. Em Elvas, o director de serviços da ULSNA que também apresentou a demissão foi o do Serviço de Imagiologia, dr. João Pinto, que vi há minutos na televisão a manifestar solidariedade a quem o nomeou - o dr. Luís Ribeiro. Pasmei de espanto. Mais um a comer na mão do dono de Portalegre.

Desculpem a dureza deste post, mas já começo a ficar farto dos jogos de Portalegre contra Elvas e da falta de vergonha desta gente que envergonha o Governo. É que ainda se dão ao desplante de fazer um abaixo-assinado para serem nomeados outra vez!

Senhor Primeiro-Ministro e Senhora Ministra, acabem com esta pouca vergonha e ponham esses senhores no olho da rua, de vez! Façam o favor de aceitarem as suas demissões, senão, depois de terem destruído o Hospital de Portalegre, vão destruir o Hospital de Elvas e levam para a cova os Centros de Saúde.

Não é com chantagistas que se gere a saúde! E muito menos com incompetentes desinteressados. Se trabalhassem bem em vez de andarem na politiquice, como já tem sido referido, os doentes do distrito estariam melhor servidos.


18 comentários:

Anónimo disse...

Assim se vê o que Portalegre e o PSD querem para Elvas!
Mais uma vergonha tanto para quem usa do lugar que tem para se enriquecer a si em lugar de enriquecer a população!

Anónimo disse...

Gostava de saber onde andam os PS's
de ELVAS que admitem tudo isto sem
reagir

Anónimo disse...

Certamente o Presidente da Câmara está a acompanhar o processo!
Elvas só teve a ganhar com o acompanhamento destes processos através da Câmara: as urgências não fecharam e até se ganharam valências, para além dos acordos com o hospital de Badajoz.

Anónimo disse...

O anónimo quer saber do PS de Elvas? É lamentável que esta situação seja criada por 99% dos Directres de serviços da ULSNA serem do PSD e estarem a fazer do Luís Ribeiro um FANTOCHE. Com a conivência do Ceia da Silva, do Miranda Calha e do Cristóvão Crespo: todos farinha do mesmo saco.

PATRÍCIO disse...

Volto a avisar Tiago Abreu que desapareça do meu blog.

Ainda há momentos lhe apaguei um comntário, anónimo, claro; e vou apagar-lhe todos quantos esse dito "senhor" aqui deixar.

Não é bem-vindo aqui. Não esqueci o que me fez noutros blogs. Fique no seu e diga lá as asneiras que quiser.

Patrício

Anónimo disse...

Vamos discutir o q realmente interessa.. o tema do post! deixemo-nos destas baixarias que é o que esse ( nem senhor é..) pacóvio quer. Concordo em absoluto com este texto. Não poderia estar melhor redigido. A dureza por vezes faz falta! Só espero que mais uma vez o nosso governo nos dê ouvidos e de uma vez por todas corra com essas pestes da administração da USLNA que só têm prejudicado os elvas e os cidadãos do distrito de Portalegre! RUA COM ELES!!!

Anónimo disse...

Rua com eles todos mesmo. São estes administradores que são uns frustrados da politica e andam aí com joguinhos de bastidores, mas ja toda a gente os topou. Nós elvenses não somos parvos! Rua com os deputados de portalegre, com governador civil e toda a roupa suja que só nos prejudica e envergonha! Chega! Basta! É por pessoas como estes chupistas que o nosso país não anda para a frente! É uma vergonha! Vós sois a VERGONHA DE PORTUGAL!

Anónimo disse...

Estou realmente indignado! Nunca pensei que estas pessoas fossem capaz de descer tão baixo!

Anónimo disse...

Só tenho pena é que espanha não tenha conquistado mais um pouquinho de terreno .... tipo até ao Restaurante "el Cristo" .... assim livravanos de muita porcaria


Elvas Tinha 2 administradores e Portalegre 1 .... então quem estava comandar ....

Tenham vergonha na cara

Manuel Francisco disse...

Ao anónimo das 03:31 informo que: -- Portalegre tinha, e tem, do Dr. Luís Ribeiro, um tal dr. Araújo amigo do Luís Ribeiro e seu pau mandado, e a enfermeira-directora;
- Elvas tinha a dra. Rosa Salgueira e a dra. Luisa Lopes.

Como nunca faziam actas porque o dr. Luís Ribeiro não deixava, e assim ninguém sabia que decisões tinham sido tomadas e ele podia continuar a não fazer nada, podia o senhor continuar a mandar e a desmandar a seu belo prazer com a conivência dos amigos.

Afinal quem é que tem que ter vergonha na cara?

issope disse...

Boas Festas a todos e que a oposição em Elvas perceba no próximo ano que as divisões políticas entre elvenses só favorecem estes politiqueiros baratos de Portalegre.

Anónimo disse...

Uma vergonha o que se passa naquele hospital de Portalegre. O dr. Luís Ribeiro anda às ordens do senhor dr. Jaime Azedo do PSD.
Isto já cheira é a azedo.

Dina disse...

Retribuo os votos de Feliz Natal e espero que em 2009 Elvas seja cada vez melhor.

Afonso da Maia disse...

Feliz Natal e um ano de 2009 cheio de vida e espírito positivo.

www.elvascidadeviva.blogspot.com

Elvascidade disse...

Desejo um Natal repleto de Felicidades, de Amor e Paz. Que nesta época tão festiva e especial para todos a humildade e o respeito residam na alma e no coração de todos.
Boas Festas.

Soraya disse...

Desejos de um feliz, feliz Natal e Novo Ano cheio de sonhos e magia...


Doces festas, paz e amor!

Anónimo disse...

26 DE DEZEMBRO DE 2008
Responsáveis da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano retiraram pedido de demissão
O conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) retirou o seu pedido de demissão em bloco à ministra da Saúde, depois de terem sido nomeados dois membros para o mesmo conselho.

"Já foram nomeados os dois membros em falta para o conselho de administração e, por isso, nós retirámos o pedido de demissão", disse o administrador da ULSNA, Luís Ribeiro.

O conselho de administração, os directores de serviços médicos e de enfermagem do hospital de Portalegre e os directores de quinze dos 16 centros de saúde que compõem a ULSNA tinham apresentado a sua demissão no dia 19 de Dezembro.

Esta tomada de posição foi assumida como contestação ao facto do Governo, na altura, ainda não ter nomeado dois elementos do conselho de administração, para chefiar a direcção clínica e para o cargo de administrador delegado da ULSNA.

Instada segunda-feira a pronunciar-se sobre este caso, a ministra da Saúde questionou os motivos do pedido de demissão, considerando que o atraso na nomeação da direcção clínica não era "razão". "Não [se justifica] o pedido de demissão em bloco de uma unidade só porque o processo está atrasado na nomeação", disse Ana Jorge.

Luís Ribeiro reconheceu hoje, sem adiantar mais pormenores, que existiam também "outros motivos" que levaram ao pedido de demissão em bloco. "A senhora ministra tem razão ao dizer que não é pelo atraso de uma nomeação que há razões para a demissão, mas existiam outros motivos, os quais já estão também resolvidos. A demissão foi uma forma de marcar o protesto", sublinhou.

Na sequência das demissões apresentadas à ministra da Saúde, os funcionários da ULSNA promoveram um abaixo-assinado para mostrar a sua solidariedade para com os elementos demissionários.

De acordo com Luís Ribeiro, o documento está, neste momento, "sem efeito". "Eu solicitei aos funcionários para retirarem o abaixo-assinado, mas não escondo que fiquei contente com a manifestação de solidariedade das pessoas", referiu.

A ULSNA, constituída a 01 de Março de 2007, integra os hospitais de Portalegre e Elvas e os 16 centros de saúde do distrito de Portalegre, depois de extinta a sub-região de saúde.

in Jornal O Publico



Ainda o Blog Elvas Melhor não tinha acabado de se indignar, já a chantagem tinha feito efeito.
É realmente inacreditável como o Ministério da Saúde é frágil.
Toda a gente percebeu - (até a Ministra) – qual foi a “fonte hospitalar”, que informou a agência lusa; toda agente percebeu, que o baixo assinado era tão ridículo em termos de nº de assinaturas, que em mais um golpe de teatro, o Luís Ribeiro considerou-o “sem efeito”; (não fosse a Ministra, verificar a falta de apoio que o homem tem da parte dos trabalhadores).
Numa situação de chantagem desta natureza, só este Ministério (que está ao nível do presidente da Ulsna) reconduziria o chantagista.

Anónimo disse...

Pois meus caros, tenho a dizer-vos que todos esses senhores estão a conseguir exactamente aquilo que pretendem e se propuseram a fazer.
Portalegre pensa que Elvas quer dominar a cena e Elvas vice-versa...

Dividir para reinar.