terça-feira, 3 de março de 2009

Exercício de Imaginação na Assembleia Municipal

Intervenção do senhor Luís Ribeiro na última Assembleia Municipal de Elvas. Mais um dos que vos prometi publicar.

"Vou propor-vos um exercício de imaginação.

Vamos imaginar que a revista Monumentos, do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, tinha dedicado uma grande parte de um número com 224 páginas a Évora, Estremoz, Portalegre, Beja, Vila Viçosa ou Castelo de Vide.

Imaginemos que isto tinha acontecido.
O que vos peço é para imaginar o que diriam certos elementos da chamada oposição, especialmente um ou outro que emite comunicados, faz conferências de imprensa e escreve em blogues.

São capazes de imaginar o tipo de comentários?
Eu ajudo e sugiro:
- uma revista destas nunca poderia ser dedicada a Elvas;
- Elvas não tem património reconhecido
- a Câmara é incapaz de dar visibilidade à Cidade
- o Presidente da Câmara não tem influência

Tudo isto, está claro, para além de insinuações, insultos e má-criações do costume.

Mas isto é imaginação; seria o que poderia ter acontecido.

Mas a realidade é outra.
Não foi em Évora, Estremoz, Portalegre, Beja, Vila Viçosa ou Castelo de Vide.
Foi em Elvas!
O Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento regional e o Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades vieram ao Auditório São Mateus, no dia 9 do mês passado.

Estiveram na apresentação do número 28 da revista Monumentos.

Os Elvenses estão orgulhosos desta revista.
E digo mais: aqueles a quem esta revista assentou mal, nem merecem ser considerados Elvenses.
Pertencem a grupos que têm como lema “Quanto Pior, Melhor!”.
Não merecem ser considerados Elvenses e, permitam-me que o diga, não merecem a nossa consideração."

9 comentários:

Anónimo disse...

A Revista até está Boa.
Orgulhoso de Elvas.
Vão dar de beber ao cágado.

Anónimo disse...

É isso mesmo!
Gente reles não deve merecer consideração.

Marco Machado disse...

Os tristes que criticam tudo o que é bem feito não interessam a ninguém.
Devem unicamente ser objecto da nossa pena.

Joca Manaças disse...

Elvas tem um património riquíssimo a todos os níveis.

Obrigado à Câmara do nosso Concelho por promovê-lo e por preservá-lo.

Obrigado ao IHRU e a todas as instituições que o promovem com esta categoria.

Deixem as vozes de burro, que não chegam ao céu. O que conta é o que fica feito. Palavras leva-as o vento!

Anónimo disse...

Que boa intervenção do Luís Ribeiro na Assembleia Municipal!
É um fartanso de rir do princípio ao fim, só de pensar na cara de idiota do Portinholas a gramar aquilo tudo...
Ah, ah, ah, ah, ah......

Francisco Luís Alvarinho disse...

Malta da Câmara:

Continuem o vosso excelente trabalho em prol do Concelho.

Vocês sabem que a população reconhece.

E tenham uma certeza: é o pior desgosto que podem dar aos tipos da má língua e afins.

Bom trabalho!

Daniel da Silva disse...

Cá está o retrato fidedigno da oposição em Elvas!

Parabéns senhor Luís Ribeiro!!!


Abraços

Anónimo disse...

mas que revista é essa? é só para alguns?

Anónimo disse...

O escroque do Portinholas já por aqui andou, e tu deixas Patrício! Abre a pestana!